A crise provocada pela pandemia afetou vários segmentos, entre eles as indústrias, que, em alguns casos, viram suas demandas diminuírem, necessidade de adaptações sanitárias ou até mesmo tiveram que reduzir suas equipes. A reestruturação do setor industrial tem sido uma necessidade, inclusive para que um pior cenário seja evitado.

No entanto, mesmo tendo que enxugar os gastos, a necessidade de investimento e aprimoramento de máquinas é uma realidade que não se pode fugir. Mas, como fazer isso sem comprometer ainda mais a estrutura financeira da indústria? Os equipamentos mais utilizados no setor industrial são os compressores de ar, bombas à vácuo e sopradores, equipamentos vitais para o funcionamento de indústrias em diferentes ramos, como em frigoríficos, madeireiras e automobilísticas, por exemplo.

Observando esse movimento de mercado, a SomaFlux – subsidiaria do grupo Soma Sul e especialista em ar comprimido -, resolveu oferecer aos seus clientes a possibilidade de locação de equipamentos, além da modalidade de venda e manutenção que já era oferecida pela empresa.

A locação, principalmente em um cenário de crise, pode ser a saída para evitar altos custos com compra de maquinários que têm custo elevado, o que permite alocar os recursos em outras áreas da empresa, bem como enxugamento dos gastos.

“Com a locação garantimos ao cliente o melhor equipamento de mercado operando com a melhor performance e disponibilidade a um custo fixo. Além disso, toda a manutenção e troca de equipamentos é por conta da SomaFlux”, Garante José Bastos, gerente de vendas e locação da SomaFlux.

Vantagens da locação de equipamentos

A locação dos equipamentos atende á necessidade de cada indústria, atendendo um curto período, cobrindo dias, semanas ou meses, para uma eventual necessidade pontual, ou mais longo, de 1 a 5 anos, para indústrias que tenham a necessidade recorrente de um compressor de ar.

Mais importante e que pode deixar as empresas mais tranquilas na hora de locar um equipamento por um período mais longo, é que já é acordado um tempo para troca dos equipamentos e caso haja uma modificação na demanda do cliente, o ajustes também podem ser realizados.

A SomaFlux opera com as melhores marcas do mercados e equipamentos de última geração, então, antes de definir quais serão os equipamentos locados, por meio de seus engenheiros, cria um setup otimizado para a necessidade do cliente, que aliado às manutenções preventivas, garante a potencialização do uso da energia, o que acaba gerando um payback muito mais rápido.

Empresa cria diferencial para atender demanda de mercado

Para atender à demanda de mercado, a SomaFlux criou um sistema de locação de equipamentos intitulado como PagueFlux: uma modalidade on demand que possibilita uma mensalidade baseada na demanda de uso do cliente.

Segundo o executivo da empresa, a cobrança pode ser feita ou por um custo fixo mensal calculado com base em horas de uso por um tempo determinado, como um mês ou um ano, ou em casos de indústrias que tenham demandas por sazonalidade, como as indústrias de bebida, por exemplo, existe a possibilidade de cobrança baseado no uso hora/mês. É definido uma taxação mínima e a cada mês é feita a medição de consumo do metro cúbico de ar.