O Polo Security Token (PST), primeiro equity token real estate do mundo, é resultado de uma parceria entre o Polo Multimodal Pecém, primeiro protótipo de “Smart Chain City” no mundo, e uma plataforma na Suíça.

A oferta do token, ainda em fase privada, garante para o proprietário o direito de ser um acionista. Essa garantia, em resumo, dá ao acionista todos os direitos legais previstos no estatuto da empresa, como o direito de votar e receber dividendos.

Além da vantagens de digitalizar as ações em tokens, por meio da tecnologia blockchain, a parceria com a Suíça possibilitou negociação por meio de smart contract nas principais bolsas internacionais da nova geração como: Sdx Swiss e Gibraltar Stock Exchange. O que faz com que  o PST se diferencie dos tokens de utilidades e moedas criptografadas encontrados no mercado, é que o mesmo é lastreado em um ativo real.

Sebastiano Di Ruocco, CEO do Polo Multimodal Pecém, revela entusiasmo e comemora: “O PST é o primeiro caso concreto de digitalização das ações de uma empresa imobiliária em blockchain, temos muito orgulho de fazer parte disso. E por meio de um processo de digitalização, conseguimos transformar 10 milhões de ações ordinárias em 10 milhões de Polo Security Token, tudo isso através do nosso parceiro na Suíça”.

A escolha da Suíça foi motivada pela confiabilidade e segurança jurídica internacionalmente reconhecida, além da possibilidade de poder operar em um ambiente legislativo favorável à blockchain.

O Polo Security Token

O PST possui maior transparência, pois todas as transações feitas dentro da própria blockchain são imutáveis e todo seu sistema é incorruptível e criptográfico, um recurso que garante maior segurança ao cliente. Outro ponto importante é o uso do smart contract, que facilita a negociação de suas ações nos mercados globais, gerando maior liquidez e menores custos de gestão.

Além disso, o PST é rastreável, diferente dos tokens tradicionais, e em caso de roubo ou perda, através de uma função específica do smart contract, pode ser recuperado na carteira do proprietário legítimo.

Mas o Token tem mais diferenciais, um deles é que ele possui benefícios para todo o ecossistema, diferentemente das criptomoedas presentes no mercado, o PST gera um impacto social e econômico enorme para todas as parte interessadas.

“O valor do Polo Token é baseado no ativo imobiliário, já de propriedade da companhia, representado pelos terrenos estratégicos em que a Smart Chain City se desenvolverá. A determinação do preço do token deriva, portanto, do valor do terreno de 20 milhões de m² dividido pelas 10 milhões de ações ordinárias da empresa”, explica Sebastiano.