Google deixa desenvolvedores terceiros darem “espiadinha” no seu Gmail, se você deixar !!

A informação foi dada pelo Wall Street Journals nessa semana, e pedindo explicações ao Google.

 

O Google foi atacado esta semana por dar a centenas de criadores de aplicativos acesso a milhões de caixas de entrada pertencentes aos usuários do Gmail.

O Wall Street Journal informou que os usuários que se inscreveram para “serviços baseados em e-mail“, como “comparações de preços de compras” e “planejadores automatizados de itinerário de viagens” corriam maior risco de ler suas mensagens privadas.

Em resposta à matéria, o Google publicou em seu blog na terça-feira detalhando como os desenvolvedores de terceiros precisam passar por um processo de revisão antes de receberem acesso ao Gmail.

 

Suzanne Frey, diretora de segurança, confiança e privacidade do Google Cloud, também disse que os 1,4 bilhão de usuários do Gmail guardam as chaves dos seus próprios dados e podem controlar as permissões.

No mesmo comunicado, Frey esforçou-se para salientar que o próprio Google não lê e-mails de usuários.

O Gmail processa automaticamente e-mails para filtrar mensagens de spam e phishing, o que, segundo Frey, “fez com que alguns especulassem erroneamente que o Google” lesse “seus e-mails”. E complementou:

Para ser absolutamente claro: ninguém no Google lê seu Gmail”, ela acrescentou, antes de listar imediatamente as vezes que o Google se permite dar uma espiada na sua caixa de entrada.Suzanne Frey

Frey disse que é limitado em  “casos muito específicos”. Isso inclui quando os usuários dão permissão ao Google para acessar suas mensagens e quando a empresa precisa investigar um problema de segurança, como um bug ou “abuso”.

Ela não ofereceu mais detalhes do que isso, no entanto, o que significa que não está claro se o Google tem o poder de investigar os problemas do Gmail sem notificar um usuário. A Business Insider entrou em contato com o Google para comentários.

Frey concluiu: “O trabalho de privacidade e segurança nunca está acabado, e estamos sempre procurando maneiras de proteger melhor nossos usuários”.

FONTE Original: Bussines Insider

NOSSO CANAL NO TELEGRAM NOSSO TWITTER NOSSA PAGE NO FACAEBOOK

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *