Hoje, nosso grande desafio como profissionais é entender como o presente afetará a maneira com que espaços e ambientes serão projetados no futuro. É inquestionável que esta pandemia nos exige desenvolver hábitos e costumes que anteriormente não faziam tanto sentido para nossas vidas. É inquestionável também os impactos econômicos e os desafios oriundos deste cenário. É um fenômeno em escala mundial. Porém, sabemos que não podemos parar.

Resignificar

A questão fundamental não é só compreender o futuro do design de interiores, mas também descobrir como se preparar para ele. Como essa realidade irá afetar os principais aspectos do design – da estratégia de preços e comunicação às tendências de cores e feiras; dos desafios de retorno do mercado à prospecção de novos clientes. De que maneira a vida e os valores de cada pessoa serão afetados após esse momento tão crítico? De que forma um acontecimento desta escala irá nos afetar como indivíduos e como sociedade? Logo observaremos uma influência direta nos modelos de consumo, que obrigará profissionais e marcas a desenvolverem estratégias de posicionamento ainda mais eficientes.

Todos precisaremos passar por uma nova ressignificação. E por favor entendam que ressignificar nesse sentido não tem pretensão alguma de se relacionar com sentimento, emoções ou algo poético. A ressignificação é um elemento chave para todo e qualquer processo criativo. Através da ressignificação, podemos aprender a pensar de outro modo sobre o sentido das coisas, ver novos pontos de vista e levar em consideração novos fatores. Estamos falando de estratégia.

Economia

O impacto econômico limita qualquer possibilidade de investimentos excedentes, portanto o desenvolvimento de novos produtos da maioria das marcas podem desacelerar. Mas não será surpresa se alguns dos melhores projetos de interiores venham a surgir nos próximos dois anos.

Al. Casa Branca, 652 – 7º andar – CEP 01408-000 | São Paulo – SP www.abd.org.br. As marcas que dependem do varejo precisarão continuar desenvolvendo seu produto principal; porém as instalações de produção serão mais enxutas, as equipes serão otimizadas e as ofertas de produtos talvez percorram caminhos mais simples – uma tendência que exigirá uma colaboração ainda maior entre marcas e especificadores (designers de interiores). Frente às inúmeras mudanças que ainda virão, o CONAD estará contribuindo com os profissionais de interiores, construindo um direcionamento – uma luz, um olhar e talvez uma motivação e um sentido ainda maior para a profissão.

O propósito do CONAD deste ano é ser uma importante ferramenta para o mercado e atribuir um novo significado ao futuro do design de interiores, dando um panorama ainda mais claro sobre as transformações que serão vivenciadas no nosso segmento.

CONAD 2020 Formato: Online

Data: Quinta, dia 25 de junho de 2020 – 10:00h às 17:00h I

Inscrições:  www.abd.org.br/conad