Em meio aos impactos negativos causados pela pandemia da Covid-19, alguns bancos tentam renegociar dívidas com seus clientes para não parar seus serviços. Segundo dados divulgados pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), até o último mês de abril os bancos tiveram o aumento de renegociação de dívidas. A intenção dos bancos é garantir o alto volume de contratos renegociados, facilitando a vida dos clientes e não interferir no desenvolvimento do trabalho.

Nova tecnologia RPA

A tecnologia RPA, ou Robotic Process Automation, que automatiza processos empresariais por meio de softwares de robôs, tem auxiliado os bancos nessa tarefa. Um dos casos mais recentes com adoção deste tecnologia é a Volkswagen Financial Services cuja área de crédito no Brasil já inseriu robôs no processo de renegociação contratual, com potencial para reduzir o tempo do trabalho em 50%.

Além disso, com a implementação do RPA as empresas além de automatizar os seus serviços através de softwares e robôs, consomem muito menos tempo na renegociação de contratos, mantendo funcionário e empresas focados nas operações que necessitam mais cuidado.

Facilidades da nova RPA

Segundo Cláudia Baroni da Volkswagen Financial Services, mesmo antes da Covid-19 a Volkswagen Financial Services realizou em parceria com a UiPath, consultora em RPA e líder global na tecnologia, um projeto-piloto para registro de contratos com o uso da automação.

Entretanto, com todo o caos causado pela pandemia, viu-se a oportunidade de facilitar e agilizar os processos de renegociações de contratos, fazendo com que setor implementasse um projeto pioneiro em RPA. Com êxito na experiência, a empresa iniciou uma grande sensibilização interna, aberta a todos os profissionais, que explicou o que é o RPA e quais os benefícios de um sistema automatizado e uso de robôs nas atividades diárias.

Continuação das melhorias

Conforme a nova tecnologia implementada, o passo seguinte é continuar a estruturação do Centro de Excelência em Automação (Coe), ou RPA, o qual servirá de estrutura para a evolução e automação de serviços em outros setores dos bancos. Portanto, a LVR proverá treinamentos técnicos aos colaboradores dentro das funções de multiplicador de RPA e Desenvolvedor RPA, descentralizando a automação da área de TI.

Portanto, para a UiPath, planejar o Centro de Excelência será bem vindo pois facilita os processos de automação. O engajamento dos vários profissionais, dimensionamento os impactos do RPA sobre o negócio, crescimento da automação a todos os setores da companhia com segurança, rapidez e eficiência, são alguns dos benefícios causados pela implantação da nova tecnologia RPA.