São José dos Campos se prepara para iniciar as obras de um complexo de saúde que vai ampliara capacidade de atendimento de saúde da cidade com leitos e UTIs preparadas para pacientes de Covid-19. O Hospital de Retaguarda deverá ficar pronto em 45 dias e grande parte do investimento vem da iniciativa privada, só R$ 2 milhões foram doados pela DMCard, administradora de cartões de crédito que tem sede na cidade. Além da DMCard a construção conta com a colaboração das redes Farmaconde, Spani, Método e Brasil ao Cubo.

A diretora de Marketing e Pessoas da DMCard, Sandra Castello, disse que “Desde o início dessa pandemia e, consequentemente, do isolamento social, que a DMCard tem procurado formas de dar seu apoio à comunidade”. E a empresa ao tomar conhecimento desse projeto da prefeitura buscou um jeito de contribuir, principalmente por saber da urgência e seriedade da causa, finalizou Sandra.

A proposta do Hospital de Retaguarda não se ampara em uma estrutura de campanha, temporária, mas, sim, de um complexo fixo que, após o cenário de pandemia, fica como legado para a cidade. O que se almeja é que o espaço se torne uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e que atenda os moradores da região da Vila Industrial.

Para a construção do espaço, optou-se pelo uso de um terreno público que se encontra desativado, onde fica o conhecido Teatrão (Teatro Municipal do Centro Poliesportivo).

A atuação da DMCard em ações sociais vai além da comunidade

A diretora de Marketing da DMCard falou da disponibilidade da empresa em colaborar com iniciativas sociais da região, “Este é um dos valores mais importantes da empresa e que sempre traz muito orgulho a todos os colaboradores. Principalmente em um momento que exige ações tão urgentes como o que estamos vivendo, não poderíamos deixar de oferecer nosso suporte em todas as oportunidades possíveis”.

Na Cidade de São José dos Campos, a empresa doou para o combate à fome, duas mil cestas básicas, sendo 1.500 para a campanha “Covid-19 SJC Sem Fome” e 500 para os trabalhos sociais da Igreja da Cidade. As entregas das cestas também contou com a ajuda da empresa, que disponibilizou dez carros dirigidos por colaboradores voluntários que fizeram as entregas dessas cestas diretamente nas casas das famílias beneficiadas pelas inciativas.

Mas, além da região de SJC a DMCard, também deu seu apoio à plataforma de voluntariado Transforma Brasil, que conta com um fundo criado a partir de doações de empresários e pessoas físicas para atender famílias em vulnerabilidade social.

“Ao criar essa verdadeira rede do bem entre o varejo supermercadista, a logística de atendimento a essas famílias se tornará muito mais fácil e ágil. Por meio de um sistema em que todos os parceiros são treinados, a loja recebe o cadastro das pessoas que receberão os itens adquiridos em seu estabelecimento e que serão retirados pessoalmente”, destaca a executiva.