Razer estreia Smartphone de ponta para jogos

A Razer lançou na quarta-feira, o seu Razer Phone, um aparelho que visa claramente os usuários de jogos. Possui a primeira tela Ultramotion de 120 Hz do mundo, que tem o potencial de oferecer taxas de atualização rápidas e fornecer os gráficos mais suaves disponíveis em um smartphone.

“Todos sabem que sou obcecado por meus smartphones. Eu jogo uma série de jogos neles, e eles são meus amigos na transmição do conteúdo”, disse o CEO da Razer, Min-Liang Tan.

“Nós queríamos fazer um telefone com tecnologia de nível de jogo há anos, e o Razer Phone oferece todas as que imaginamos”, disse ele.

Exibição suave e Som Cinematográfico

Desenvolvido pela plataforma móvel Snapdragon 835 da Qualcomm, o Razer Phone possui 8 GB de RAM. Seu design térmico reduz a aceleração para maximizar o poder e o desempenho do aparelho. Ele vem carregado com o Nougat Android do Google, mas irá suportar o Android Oreo quando o novo sistema operacional surgir no próximo ano. Ele também vem com o Nova Launcher Prime com a integração do Assistente do Google. Está equipado com duas câmeras traseiras de 12 Mega Pixels.

Como os usuários de jogos são o seu mercado-alvo, o Razer Phone também oferece um display LCD Quad HD IGZO de 5,72 polegadas, bem como um alto-falante de tecnologia Dolby Atmos com dois amplificadores. Possui um adaptador USB-C certificado por THX com um conversor de áudio digital de 24 bits para uso com fones de ouvido.

O Razer Phone conta com uma bateria de 4.000 mAh, suficiente para durar o dia todo, enquanto ainda fornece gráficos cristalinos e áudio de nível cinematográfico, disse a empresa. Além disso, ele pode habilitar o Qualcomm Quick Charge 4+ para um carregamento rápido para que os usuários possam voltar à ação.

O Razer Phone, que possui o emblemático logotipo da serpente de três cabeças da empresa, está agora disponível para pré-pedido a um preço de varejo recomendado de US $ 699,99 (Aproximadamente R$ 2.300,00 com a cotação de hoje).

Jogos e Mais

A Razer fez parceria com várias empresas de jogos, incluindo Tencent e Square Enix, para desenvolver conteúdos que aproveitarão o que o hardware tem para oferecer.

Entre os títulos anunciados para o Razer Phone estão o Final Fantasy XV Pocket Edition da Square Enix, Gear. Club de Eden Games, Tekken de Bandai Namco e World of Tanks Blitz do Wargaming Group Limited.

“A Razer está apontada para explorar a tendência de experiências de jogo mais importantes no celular e construiu um produto que atrairá um pequeno segmento de jogadores que gostam da ideia de um telefone de tela com alta taxa de atualização, uma bateria maior , e resfriamento ativo que permite que ele seja usado por longos períodos de tempo “, disse Piers Harding-Rolls, chefe pesquisa de jogos da IHS Markit.

“No entanto, acho que a demanda para um telefone de jogos certamente é alta quando comparado a outros smartphones”, disse ele à TechNews World.

“O Razer Phone é uma boa tentativa de otimizar um smartphone para jogos”, disse Steve Blum, analista principal da Tellus Venture Associates.

“Não teria nenhum interesse particular para os usuários de jogos, embora não fosse necessariamente para excluí-los”, disse ele à TechNewsWorld. “É o primeiro de mais um telefone. A Razer pegou um telefone Android padrão com um processador de alto padrão e ajustou-o com uma tela melhor e um melhor processamento de áudio”.

Vamos Jogar?

Dado o tamanho do mercado – sem mencionar o fato de que a maioria dos smartphones já suporta muitos jogos casuais populares – é questionável se os usuários de jogos pagarão um prêmio para o Razer Phone.

“É um exercício de otimização, não um novo produto”, explicou Blum.

“Teria sido realmente interessante se Razer tivesse feito algo radical, como desenvolver um chip gráfico específico para dispositivos móveis, mas eles não estão nesse patamar”, ele observou.

 

“Será interessante ver se a Samsung ou a Huawei ou outra grande empresa de eletrônicos de consumo quererem ir fundo no setor de jogos – eles estarão assistindo Razer com atenção”, disse Blum.

Enquanto isso, o Razer precisará não recuar para ter sucesso.

“A Razer está entrando em um mercado altamente competitivo, onde são necessários grandes investimentos e os lucros são muitas vezes difíceis de encontrar”, disse Harding-Rolls. “No geral, acho que a Razer está empreendendo um desafio comercial significativo para causar um impacto com este dispositivo”.

[maxbutton id=”3″ url=”https://www.technewsworld.com” text=”TechNewsWorld” ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *