A inovação digital caminha junto aos aplicativos. Em 74% das organizações, é essencial a oferta de um bom aplicativo para o funcionamento não parar. Os dados são do levantamento State of Application Services 2020, que concluiu pesquisa com quase 500 pessoas do meio financeiro mundial, incluindo o Brasil.

Além disso, para ofertar produtos customizados e eficazes, as empresas de serviços financeiros para modernizar e ampliar a infraestrutura, ofertam novos tipos de aplicativos e funções, para acompanhar o constante crescimento neste segmento.

Melhorias para os usuários

Para cumprir as melhorias exigidas pelos usuários, estão sendo inseridas personalizações de serviços juntamente com a agregação de valor, justamente para elevar o crescimento de todo ecossistema.

Entretanto, cada aplicativo é tratado com maior valor e que para 41% das organizações, os aplicativos precisam para eles competirem em escala maior.

Em resumo, somente no ano anterior, os serviços em nuvem nesse segmento, aumentou onze pontos atingindo 49%, confirmando a crescente demanda em para este serviço. Além disso, segundo a pesquisa, 26% acreditam que este serviço, fornece maiores vantagens

Finalizando, embora o Brasil tenha um elevado número de sem acesso aos aplicativos, as operações financeiras digitais estão sendo predominantes. Muitas serviços de créditos, usam por exemplo apenas o recurso do aplicativo, para evitar acesso aos bancos.

E como fica a segurança?

As estratégias de várias plataformas de nuvens precisam adicionar um nível de segurança de modo que se torne confiável e eficaz. Três em cada quatro entrevistados realçaram a importância de implementar as mesmas políticas de segurança locais e na nuvem.

A plataforma em nuvem ofertam maiores quantidades de aplicativos para as empresas que optam pelo meio digital, e três em cada quatro concordam que a implementação de novos serviços e produtos são essenciais.

Entretanto, quando o objetivo é o time de líderes seniores em serviços financeiros, nota-se que a ameaça em tempo real fica em segundo plano. Diferentemente do resultado global, onde os líderes seniores colocam a análise de ameaças em tempo real em sexto lugar.

Gateways API e o Open Banking

Um ponto crucial para a adoção no mercado diverge entre as regiões. Cerca de 47% planejam implementar Open Banking. Os gateways de API têm relevância devido ao aumento da eficiência operacional para aplicativos internos.

Além disso, na região EMEA, é visto como um mecanismo para que o consumidor tenha mais controle sobre seus dados. Nos EUA, os bancos maiores e mais estabelecidos usam estes tipos de recursos para ofertarem melhores serviços. Na Ásia/Pacífico, surgem constantemente novos plataformas digitais focados em serviços financeiros inovadores, os “SuperApps” como WeChat e Gojek.

Concluindo, as implantações de Web Application Firewall aumentam a cada ano, com 81% em uso, comparado à 77% em 2019. Quase um terço das organizações estuda todo tipo de aplicação antes de implantar uma WAF.

Cativar e capturar usuários de plataformas digitais, obrigam o setor financeiro a se modernizarem mais rapidamente. A lista começa com gateways SDN e SD WAN em 42%, seguidos por gateways API em 39% e controle de acesso, em 35%.

Aqui vão alguns destaques que servem de modelo para onde o setor caminha:

– 84% estão executando a transformação digital – com ênfase em acelerar a velocidade de lançamentos.

– 87% são multicloud e todas usam serviços de aplicativos em busca da confiança digital.

– 68% implementaram Open Banking e estão usando gateways de API para oferecer inovação.

– 81% implantaram Web Application Firewall contra ameaças crescentes.