Em um contexto de “normalidade”, as mulheres já acumulam inúmeras funções, com a instalação da pandemia, essas funções foram ainda mais evidenciadas. As mulheres têm um papel fundamental na vida familiar e é ela, de fato, quem desempenha a maioria das tarefas, inclusive cuidar dos filhos.

O grupo de mulheres “Somos Empreendedoras”, lembra, inclusive, que ‘com os filhos em casa em razão da suspensão das aulas presenciais, implementação do homeschooling (educação domiciliar, substituição integral da frequência à escola pela educação doméstica, onde a responsabilidade pela educação formal dos filhos é atribuída aos próprios pais ou responsáveis), além dos afazeres domésticos intensificados, elas tiveram que se dividir e mostrar criatividade e resiliência para continuar empreendendo em meio a crise”.

União de mulheres empreendedoras

Uma alternativa encontrada por algumas mulheres, para enfrentar as dificuldades do cenário atual, foi a união entre elas. Um exemplo é o grupo de empreendedoras formado na cidade de Niterói, o “Somos Empreendedoras”. O grupo conta com 150 mulheres que se apoiam para fomentar os seus negócios.

Segundo o próprio grupo, o mesmo está sendo fundamental no engajamento do público feminino – através de eventos criados exclusivamente com a finalidade de levar conteúdo e inspiração as mulheres. Além disso, as novas gestoras do grupo vêm trazendo experiências singulares e construtivas na evolução do empreendedorismo feminino.

Desde o início da pandemia, através de redes sociais, o grupo pôde acompanhar excelentes lives, com temas diversificados e de muita relevância. Como, por exemplo a live realizada com a jornalista Carol Barcellos, que contribuiu de forma significativa ao contar os seus desafios pessoais.

Além da live com Carol, uma entrevista com a  empresária Juliana Brites, a qual contou sobre a sua exclusiva plataforma de lives online com remuneração justa, foi outra importante live. Além do mais, houve participação das gestoras no evento Linka, que trata-se de uma plataforma digital com trocas de experiências.

Mulheres empreendedoras

Mesmo com as dificuldades enfrentadas diariamente, as mulheres estão cada vez mais fortes e ocupando o seu espaço no mercado de trabalho, inclusive empreendendo. Além disso, as mulheres se mostram mais flexíveis e adaptáveis às adversidades, além de ótimas gestoras, é claro.

Assim, a união entre elas, evidencia ainda mais suas forças. O  grupo Somos Empreendedoras vem crescendo em meio à crise,  alcançado rumos mais desafiadores e ambiciosos. A intenção é, em um curto espaço de tempo, se tornar o maior grupo de mulheres empreendedoras do Estado do Rio de Janeiro e até mesmo do Brasil.

“Inscrições abertas para você, empreendedora. Não perca esta grande oportunidade de colaboração mútua e aprendizado contínuo”, grupo Somos Empreendedoras.