Categorias
Economia

Mais de R$ 100 mi são captados pela BlueCap

Desde que a pandemia do coronavírus se instalou, a BlueCap, gestora de fundos de investimento, capta o primeiro fundo de investimento imobiliário no mercado brasileiro. E o montante captado já chega a R$ 113 milhões. O montante foi captado entre investidores institucionais, como fundos de fundos e family office, por meio de operação, realizada sob a instrução CVM 476.

O objetivo da BlueCap Renda Logística BLCP11 é reunir vários empreendimentos do setor logístico, classe AAA, com localização em regiões com demanda logística evidente, buscando operações com rentabilidade e potencial de valorização, de acordo com o regulamento do fundo, que já tem suas cotas sendo negociadas na B3.

A BlueCap é uma gestora de fundos de investimento que, desde sua criação em 2019, traz consigo o DNA do setor imobiliário. Seus profissionais reúnem expertise nas áreas de aquisição e incorporação de ativos, construção, gestão comercial e de ativos imobiliários, com atuação no mercado logístico e industrial.

Thomaz Pompeo de Camargo, um dos fundadores da gestora e responsável pelo desenvolvimento de negócios da BlueCap argumenta: “A despeito do cenário, os investidores depositaram confiança na BlueCap e no nosso time, graças ao nosso histórico e profundo conhecimento mercadológico. Juntos, já respondemos pelo desenvolvimento, incorporação, comercialização e gestão de ativos logísticos e industriais de mais de dois milhões de metros quadrados”.

Já Marcos de Alcantara Machado, fundador e responsável pela área de gestão de fundos imobiliários da BlueCap, completa dizendo: “O sucesso da captação mostra que, apesar do quadro da crise sanitária e econômica, há demanda por produtos com altos padrões de qualidade, em termos de rentabilidade e risco”.

O time de sócios da BlueCap ainda é composto por Celso Gonzalez Lima, responsável pela gestão de Riscos e de Compliance, e por Claudio Algranti, que responde pela área de Estruturação e Investimento da gestora. Celso acredita na resiliência do mercado de capitais brasileiro e que a captação realizada pela BlueCap também revela que esse mercado é robusto. Cláudio diz que eles confiam na retomada de forma sustentável. “Nossa perspectiva é ter sob gestão R$ 600 milhões ao final de 2020”, acrescenta Claudio.

Por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.