Já pensou em aumentar a eficiência de operações da sua empresa e ainda gerar economia? Pois é, a Engemon, grupo brasileiro de engenharia e construção, desenvolveu uma solução tecnológica para cortar gastos e aumentar a eficiência de operações internas e externas de seus clientes.

O Analytics 360 by Engemon é um software criado para mostrar a gestores todos os dados de infraestrutura, desde os registros das características de materiais e equipamentos, garantias até dados de manutenção e operação. Os gestores contam com rápido retorno do investimento aplicado, já que a solução digitaliza processos que antes eram registrados em controles, disponibilizando indicadores e dados em tempo real, para auxiliar no processo de tomada de decisão.

A tecnologia é mobile e sua atualização realizada em tempo real, atendendo à rotina de operação e manutenção de cada empresa. Atualmente, cerca de 20 empresas já usam a solução, entre elas a Claro.

Há uma perspectiva no sentido de que todos os clientes de operação e manutenção adotem esse sistema, que pode gerar uma economia em torno de 8% do valor do contrato, considerando a otimização de processos e recursos, além da redução drástica de papeis e impressoras. A economia não é pequena e se torna ainda maior a longo prazo.

As melhorias são mapeadas proativamente através de sistemas de monitoramento integrados à plataforma e o cliente tem a possibilidade de ver todos os indicadores de manutenção preditiva e corretiva em uma tela gerencial. Essas métricas são importantes insumos para que a tomada de decisão seja mais rápida e assertiva, o que gera agilidade no processo e retorno econômico..

Centro de Operações de Rede

A Engemon também apresentou outra novidade: o Network Operation Center (NOC), que permite o monitoramento dos ativos e infraestrutura em tempo real, de modo a garantir a abertura de chamados emergenciais de forma proativa e rápida. Mais importante é que o atendimento do NOC funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Com o NOC é possível monitorar e identificar tendências e possíveis falhas nas instalações, garantindo que os sistemas não deixem de funcionar e evitando, assim, prejuízos na operação. Mas, além disso, o cliente conta com uma central telefônica para receber e delegar os chamados de emergência.