in ,

Google disponibiliza links para que empresas recebam doações e disponibilizem vales-presentes

Google disponibiliza links para doações e vales-presentes diretamente na Busca

google-disponibiliza-links-para-que-empresas-recebam-doacoes-e-disponibilizem-vales-presentes

O Google disponibilizou links para que empresas recebam doações e disponibilizem vales-presentes diretamente na Busca. A iniciativa é um atendimento ao desejo de ajuda das pessoas que às Pequenas e Médias empresas (PMEs), desde o início da pandemia o interesse de busca no termo “como ajudar” subiu 27% no Brasil.

Os empreendedores poderão adicionar um link para doações, um link de venda de vale-presente ou ambos em seus perfis no Google Meu Negócio. Além disso, é possível publicar uma mensagem, informando aos clientes como a renda arrecadada será utilizada, o que aumenta a transparência na realização da ação.

Para fazer com que o projeto acontecesse, o Google fechou parceria com o PayPal, que ajudará a realizar o trâmite das doações. Já para os vales-presentes, o Google fechou parceria com a SumUp, Beleza Amiga, Abacashi e o PagPerto.

Empenho do Google em ajudar as PMEs

O Google vem tomando diversas iniciativas no intuito de ajudar as PMEs, essenciais à sociedade e que foram muito impactadas durante o isolamento social. Além dos links para doações e vale-presente, o Google também anunciou os Promoted Pins, ferramenta que ajuda as empresas locais a se destacarem exibindo o Pin (marcador) no Google Maps com o logotipo do segmento de sua empresa.

Até setembro de 2020, os Promoted Pins serão gratuitos para as PMEs que usam Campanhas Inteligentes, em outras palavras, elas não serão cobradas quando um usuário clicar ou ligar para a empresa a partir do marcador.

Além disso, o Google lançou o botão de “Temporariamente Fechado” no Google Meu Negócio e o YouTube VideoBuilder, ferramenta gratuita que transforma imagens estáticas e texto em vídeos curtos, com cerca de seis a 15 segundos. Essas ações parecem simples, mas trazem uma grande contribuição para as PMEs.

E o investimento do Google vai além do financeiro, pois investe também na capacitação do empreendedor nesse período. Desde março, a empresa disponibiliza ferramentas e recursos do Google para aprender, trabalhar e manter-se em contato com os demais. O hub de educação em publicidade Google Academy, com lives semanais com conteúdos e dicas sobre como anunciar usando plataformas do Google, em vídeos que vão do nível básico ao avançado.

Além disso, em parceria com a Rede Mulher Empreendedora, também foi lançado o programa Mentoria Cresça com o Google, em que cinco mil empreendedores têm a oportunidade de tirar dúvidas e receber orientação de profissionais sobre as principais áreas da rotina de uma empresa que foram impactadas durante a pandemia, tudo on-line.

Aporte financeiro

O Google anunciou mais de US$ 1 bilhão para apoiar pequenas empresas e iniciativas humanitárias no mundo todo. Uma grande ajuda! Do valor disponibilizado pelo Google, US$ 340 milhões em créditos no Google Ads são destinados para todas as PMEs que tenham mantido contas ativas em 2019.

Se a conta da empresa permaneceu ativa no último ano, o aviso de créditos disponível aparecerá na conta Google Ads até o final de junho e poderá ser utilizado a qualquer momento até o final de 2020, em todas as plataformas publicitárias do Google.

Escrito por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

surpresa-da-taxa-de-juros-e-a-nova-era-dos-mercados-internacionais

Surpresa da taxa de juros e a nova era dos mercados internacionais

espm-disponibiliza-o-curso-de-gestao-de-crise-e-reputacao

ESPM disponibiliza o curso de “gestão de crise e reputação”