Mundo Windows

Google desiste do sonho de rodar o Windows 10 em Chromebooks

0
Google desiste do sonho de rodar o Windows 10 em Chromebooks

O sonho de rodar o Windows 10 dentro de um Chromebook está morto. O Google desiste da ideia, pois segundo relatos, nada foi feito neste sentido desde o final do ano passado. Também em 2018 foi divulgado que o Google estaria trabalhando para levar o suporte de inicialização dupla para os Chromebooks. Dizia-se que a empresa estava explorando outros sistemas operacionais, como Linux e Windows, para seus próprios dispositivos. Então, o Google desiste do sonho de rodar o Windows 10 em Chromebooks.

À medida que o trabalho de desenvolvimento avançava, mais detalhes chegavam à web, e acabamos descobrindo que o Google estava tentando trazer o Windows 10 para os Chromebooks como parte de um esforço chamado Project Campfire.

Ideia ambiciosa

Embora essa fosse uma ideia ousada que transformaria os Chromebooks em dispositivos totalmente focados em produtividade, algo particularmente importante para o mercado de educação onde o Google está investindo agressivamente, parece que o plano foi abandonado.

No Reddit comentários revelados pelo Crosfrog e remoções de código, indicam que o Project Campfire está morto de vez. Aparentemente, o Google desistiu da idéia de trazer o Windows 10 para os Chromebooks.

AboutChromebooks escreve que o projeto provavelmente foi abandonado no final de 2018, já que nenhum progresso foi feito no Project Campfire desde então.

A pegada de armazenamento

Quanto aos motivos pelos quais o Google não quer mais trazer o Windows 10 para os Chromebooks, acredita-se que eles estejam mais ou menos relacionados ao tamanho do armazenamento que o sistema operacional da Microsoft tem em um dispositivo.

O Windows 10 exigiria pelo menos 40 GB de armazenamento em qualquer Chromebook para funcionar sem problemas. Portanto, isso torna impossível para o Google levar o sistema operacional à maioria dos dispositivos que estão executando o Chrome OS.

Eles executam uma plataforma baseada na Web. Assim, os Chromebooks normalmente vêm com armazenamento muito baixo, como 32 GB ou até 16 GB para os modelos mais baratos.

Porém, não devemos esperar qualquer posicionamento oficial por parte do Google. Isso porque o projeto era tido como secreto.  Assim, a empresa jamais reconheceu a existência do mesmo. No entanto, mesmo que o sonho do Windows 10 esteja morto, é muito provável que o Google busque outras maneiras de melhorar o Chrome OS. O objetivo é torná-lo um rival melhor para o Windows 10. Contudo, por enquanto, parece mesmo que o Google desiste do sonho de rodar o Windows 10 em Chromebooks .

Via

Microsoft lança novas atualizações que podem quebrar o Windows 10

Previous article

Baixe o novo driver de gráficos da Intel

Next article

You may also like