Categorias
Noticias

Faculdade do Brasil nasce com tecnologia Google for Education

Primeira faculdade de empreendedorismo do Brasil, a Link School of Business nasce em meio à pandemia, com estrutura  e programa adaptados ao novo cenário mundial. A Faculdade utiliza tecnologia Google For Education que, pela primeira vez, foi incorporada a uma faculdade brasileira desde sua concepção.

A faculdade surge em um cenário onde se percebe a necessidade de se ter um curso de bacharelado em administração voltado para o empreendedorismo. O projeto idealizado pelo investidor e administrador de empresas Alvaro Schocair exibe nota máxima em todos os quesitos para aprovação pelo MEC. E olhe que isso é uma característica que só 2% das instituições de ensino superior do país possuem.

A Link School of Business (LSB)

No atual contexto em que estamos inseridos, não dava para  pensar em mais um curso e não avaliar como ofertá-lo em meio ao isolamento social provocado pela pandemia. Então a LSB já nasceu com metodologia educacional adaptada aos modelos de ensino à distância, presencial ou híbrido.

“A Link tem a grande vantagem de não precisar se adaptar, pois já nasce no universo digital e com estrutura Google for Education. Os professores foram preparados com treinamentos intensos ministrados pelo Google. Mesmo antes da pandemia, já tínhamos o programa a distância”, explica Alvaro. O campus da Faculdade está localizado na Avenida Brigadeiro Luis Antônio, em São Paulo.

A LSB foi pensada para pessoas com sólida formação básica, humanística e cultural, capazes de compreender o contexto da administração de modo integrado, como também suas relações com o ambiente externo, assegurando uma formação generalista.

Diferenciais da Faculdade

Um diferencial de relevância é o programa internacional, onde o aluno receberá aulas de Stanford, London Business School e Harvard. Além disso, o aluno pode contar com imersões presenciais nas universidades Disney, Tel Aviv e Xangai.

Mas não para por aí, há mais diferenciais de destaque, como o programa Venture Lab, aceleradora da faculdade que dará suporte desde o 1º semestre aos alunos para desenvolverem ou aprimorarem suas próprias empresas. E ainda o Link Campus, um ecossistema empreendedor fomentando a interações entre as empresas ali alocadas.

Schocair explica que “A Link permite aos alunos e professores, ao longo dos anos, criarem uma rede de sócios. Com o objetivo de gerar lucro, a faculdade terá uma participação em todas as empresas criadas em seu campus. Seremos, em alguns anos, um grande fundo de venture capital chamado de escola”.

Matrícula e mensalidade

As inscrições para o processo seletivo 100% online, por meio das plataformas Google, já estão acontecendo desde o dia 15 de junho e se estenderão até o próximo dia 20 (sábado).

As dinâmicas acontecem em 4 etapas, criadas com a apoio das empresas Paypal, Reserva, Minerva e Braskem. O início acontecerá no dia 22 e a seleção foi anunciada para 2 de julho. A primeira etapa consiste na submissão de vídeo e carta de apresentação dos candidatos. A segunda, no desenvolvimento de soluções para cases reais de empresas. Já a terceira etapa é uma dinâmica em grupo online, na qual os candidatos são apresentados à cases de startups. E a última é uma entrevista online.

A mensalidade da Link School of Business é de R$ 8.900,00 e a grade curricular é de 4 anos, como em outros bacharelados, com período integral opcional. Vale ressaltar que a faculdade também possui programa de bolsas.

Por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.