A retomada da economia mundial vem acontecendo lentamente, enquanto isso, ainda em meio à pandemia, empresas do mundo inteiro vêm tentando dar continuidade aos negócios. Não tem sido fácil se reinventar, mas companhias dos mais diversos segmentos de mercado e porte têm redistribuído trabalho e reinventado tanto sua cadeia de suprimentos como o próprio modelo de negócios.

Para conseguir se sobressair nesse cenário imposto pela pandemia, muitas empresas vem apostando em automação. A UiPath, empresa líder mundial em RPA – Robotic Process Automation – observou um aumento significativo da busca por automação por empresas que visam otimizar custos, melhorar a eficiência operacional, mitigar riscos e garantir a continuidade dos negócios.

Automação do Federal Bank

Dentre as empresas que optaram por buscar na automação uma alternativa para encarar o momento, está o Federal Bank, um dos principais bancos do setor privado da Índia, que liberou a maioria dos seus funcionários para o trabalho em modelo home office, por conta da pandemia, mas conseguiu manter os principais processos em execução. O banco já conta com mais de 120 processos automatizados na plataforma UiPath, permitindo que a organização continue fornecendo seus serviços, mesmo durante o bloqueio.

Edgar Garcia, diretor comercial da UiPath, avalia que os sistemas bancários não podem parar e que seria um caos se isso acontecesse, nesse caso a opção por automação foi a melhor saída já que a mão de obra física foi diminuida durante a pandemia.

Garcia destaca que, no Brasil, os bancos também investiram em automação para conseguir suprir o aumento de demanda por crédito ou renegociação de dívidas por exemplo. Mas quando comparamos o grau de automação, o Brasil ainda está no início do processo.

Outras empresas que investiram em automação

Ainda na Índia, a empresa do setor alimentício Gemini Edible Oils investiu em RPA para gerenciar seus contratos e pedidos de vendas, o que possibilitou dar continuidade aos negócios mesmo com desfalque de 70% dos colaboradores trabalhando presencialmente.

Outro exemplo é a empresa de marketing digital Wunderman Thompson MSC que está gerenciando o aumento do volume de comunicação e pedidos de relatórios em tempo real devido ao trabalho remoto com robôs de software.

Já na área da saúde, os robôs de automação têm dado um grande suporte aos trabalhadores da linha de frente, realizando o gerenciamento dos dados de pacientes com a Covid-19.  Além disso, a Plataforma UiPath está ajudando o Departamento de Saúde da Índia a processar dados mais rapidamente, com 100% de precisão, o que agiliza a tomada de decisão por parte do governo, no enfrentamento ao novo coronavírus.

Em conclusão, Garcia avalia que “Muitas companhias, em meio à pandemia, perceberam o valor da automação para conseguirem ingressar no que se tem chamado de ‘novo normal’, mas certamente vão ver na automação a melhor forma de alcançarem a eficiência operacional, diminuírem riscos e terem seus funcionários atuando em posições de fato estratégicas para o negócio seja em um cenário de crise mundial ou não”.