in

Como a gestão tributária pode ajudar na retomada pós-pandemia

Pós-pandemia: saiba como a estão tributária pode te ajudar

como-a-gestao-tributaria-pode-ajudar-na-retomada-pos-pandemia

O Covid-19 promoveu isolamento social em todo o mundo. Mas, no Brasil, por exemplo, muitas cidades já iniciam abertura econômica que, no atual cenário, exige planejamento orçamentário. E pensar em um planejamento que inclua estratégias para resgate de tributos pode ser fundamental para a saúde financeira do seu negócio.

Segundo Clarissa Nepomuceno Caetano Soares, Pós-graduada em Direito Tributário, “A gestão tributária tem como principal objetivo a melhoria da organização contábil, financeira e gerencial do negócio, tendo por efeito a redução dos custos tributários de forma lícita. Em observância aos parâmetros legais, sem configurar evasão fiscal, é possível aumentar os ganhos da sua empresa, seja com o aumento dos lucros, maior capacidade de investimento, ou mesmo a obtenção de um preço final mais competitivo para seu produto ou serviço.”

Ganhar espaço no mercado requer dos empresários, além da qualidade na entrega dos produtos/serviços, preços mais competitivos. Para conseguir melhores preços, um grande aliado, que pode ajudar nesse processo é a redução dos custos tributários da empresa. “Um planejamento tributário adequado implica em uma melhor gestão financeira do negócio”, argumenta Clarissa.

“No entanto, é aconselhável que o planejamento seja feito por profissional competente e acompanhado de um programa de Compliance, evitando, assim, a ocorrência de riscos de multas vindas dos órgãos de fiscalização”, ressalva a Advogada.

Pequenos e grandes negócios

As características de gestão tributária implementada, vai depender do tamanho da empresa. “Por exemplo, uma forma de fazer este trabalho é simular os valores que seriam recolhidos se a empresa optasse por outro regime fiscal, de modo a avaliar se o enquadramento atual é o financeiramente mais vantajoso, conclui Clarissa.

Se no cenário mais normal, o planejamento tributário já é muito importante, independente do porte da empresa, no cenário de crise, ele se faz ainda mais necessário, especialmente na revisão de tributos pagos anteriormente e a possibilidade de restituição de valores eventualmente pagos além do que devia. “Todavia, para reavaliar os tributos recolhidos, é imprescindível ter o acompanhamento de profissional capacitado, uma vez que redução do valor total arrecadado pode despertar o Fisco para uma eventual fiscalização”, finaliza a especialista.

Escrito por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

polo-security-token-primeiro-equity-token-real-estate-do-mundo

Polo Security Token: primeiro equity token real estate do mundo

aplicacoes-favoritas-em-maio

Big Data SmartBrain revela as ações e os fundos de investimentos favoritos no mês de maio.