Senado americano vota contra o fim da neutralidade da rede

O Senado americano votou nessa quarta-feira (16) se a neutralidade da rede seria derrubada ou não nos EUA.

 

Depois de ser anunciada no final do ano de 2017 (Dezembro), o fim da neutralidade da rede nos EUA tomou conta dos sites especializados de tecnologia de todo o mundo, sobre quanto isso poderia afetar a experiencia dos usuários nos dias atuais, visto que fazemos tudo na internet, desde consultar um simples e-mail, assistir um filme em FullHD na Netflix ou YouTube e também pagar as contas, por exemplo.

Tal proposta foi feita pelo FCC (Federal Communications Commision) algo como a ANATEL no Brasil, em que as empresas poderiam escolher para aonde daria “prioridade” da conexão de internet do cliente, como pacotes “especiais” para redes sociais, serviços de stremings (Spotify, Netflix e YouTube por exemplo) e etc a um preço diferenciado.

A votação aconteceu Congressional Review Act (na tradução livre algo como Revisão de Lei do Congresso), aonde se pode reverter decisões de agencias Federais como a FCC por maioria simples, como aconteceu, em um placar de 52-47. E só foi o primeiro passo para que as regras atuais sejam implementadas, pois no dia 11 de julho era o ultimo prazo dado por Ajit Pai (nomeado por Trump) para que as regrais atuais da neutralidade da rede, que estão em vigência desde 2015, ainda valeriam.

Ainda precisa passar pela Câmara dos Deputas e pela sansão ou veto do presidente Donald Trump para que a resolução da FCC não entre em vigo.

E o Brasil, como fica nessa??

Bom, o Brasil por hora ainda não é afetado pois o Marco Civil da Internet, regido pela Lei Federal 12.965 de 2014, além da declaração do governo atraves do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que por enquanto não teria essa discução, mesmo com a ofensiva das operadoras brasileiras em 2017.

Nós temos que ainda expandir muito o uso da banda larga,” afirmou o ministro, de acordo com a Folha. “Há regiões do Brasil que, adensadas, não têm internet. Não está na hora de discutir a neutralidade ou não.Gilberto Kassab

E no vídeo do canal parceiro do site, o canal O Cara do TI, da uma explanada melhor no assunto, confiram o vídeo dele logo abaixo:

 

Mas agora nos conte ai nos comentários, ou nas nossas redes sociais o que você espera que possa acontecer sobre a possibilidade de acabar ou não a neutralidade da rede.

NOSSO TWITTER  NOSSO CANAL NO TELEGRAM  NOSSA PAGE NO FACAEBOOK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *